Nerds Tardes…

Pois é, estamos em ano eleitoral e se aproxima mais um martírio na vida do cidadão brasileiro.

Escolher dentre os candidatos o menos pior, com cara menos corruptível, com currículo mais aprimorado, e com a ficha mais limpa. Falando em ficha limpa, limpar o nome é fácil, difícil é mantê-lo limpo.

Não estou aqui para debater sobre este ou aquele candidato, deixo isso à cargo das emissoras de televisão e à cada cidadão que tenha paciência de assistir aos programas eleitorais que são exibidos em televisão aberta após um longo dia de trabalho onde tudo o que você deseja é descanso.

Quem me conhece, sabe que sou apolitica e sonho com o retorno da ditadura militar pelo simples fato de que os brasileiros não tem educação tampouco discernimento para escolher um governante, em especial por ser algo obrigatório.

Obrigatoriedade de votação não é democracia. Por isso isso: