Principes, princesas, sereias….

Quem me conhece sabe como sou louca por Disney. Na verdade sou louca por conto de fadas (conto de fadas não é D&D). Dentre todos os contos de fada, o que eu mais gosto e me identifico desde a primeira vez é A Pequena Sereia (The Little Mermaid). Por razões diversas… Adoro praia, sou louca por sereias, ela é cantora, uma bruxa quer roubar sua voz  (no meu caso a bruxa é a laringite) e tem um príncipe encantado para a vida inteira (será!?!?!)
A pequena sereia é um conto de 1837 do escritor e poeta dinamarquês Hans Christan Andersen. Den lille havfrue, seu título original, fala sobre uma sereia que tinha o sonho de conhecer o mundo além mar. Ao completar 15 anos ela pode ir à superfície e ficou deslumbrada. Durante sua viagem, conheceu um príncipe caiu ao mar após seu navio ter naufragado após uma tempestade. E daí segue o conto passando pela bruxa e por suas desventuras no castelo. Porém, diferentemente da adaptação Disney, o príncipe casa-se com uma outra princesa e não reconhece sua salvadora. As irmãs da sereia, com pena, conseguem arrancar da feiticeira uma maneira de reverter a situação em que se encontrava. Ela deveria com uma faca enfeitiçada, matar o príncipe. Ao chegar no quarto, o casal estava dormindo abraçado e por amor a pequena sereia resolveu jogar-se ao mar e à morte (pois caso não casasse com o príncipe, morreria com o nascer do sol do dia seguinte), ela então virou espuma.
Caso tenha interesse poderá encontrar o conto em inglês clicando aqui.
Em sua época o conto foi tão famoso na Dinamarca, que o sr. Edward Erichsen Carl Jacobsen (Principe Eric???), fundador da tradicional cervejaria Carlsberg, encomendou uma estátua da pequena sereia, que está alocada na cidade de Copenhague.
little-mermaid

A estátua é feita de bronze, e um aviso dado aos turistas que queiram tirar uma boa foto da escultura é que compareçam ao local antes do raiar do sol. Pois o reflexo dos raios solares podem ofuscar a foto. Eis minha querida heroína, de Hans ou Disney, continua sendo a personagem mais intrigante dos contos de fada ou de qualquer história jamais escrita.
Para saber mais:

hca007

The Hans Christian Andersen Center – Estudos sobre a vida e obras do autor (em inglês)
30590w
Contos infantis em português (Portugal)
DSC04811-1
Página oficial com informações sobre a escultura. (em inglês)
j10
Site oficial sobre o filme de (1989)